press to zoom
1/4

Strongholds

Sculpture / ceramic, 2017

Contaminated soil from environmental 

disaster and terracotta

Variable measures

press to zoom
1/2

Desvazios é uma série de trabalhos em cerâmicas produzidos através de uma extensa pesquisa que aborda o solo contaminado do maior desastre ambiental da história brasileira, quando em novembro de 2015 uma barragem de rejeitos de minério ruiu, derramando 60 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério no meio ambiente.

 

Em resposta às demandas que o novo paradigma ecológico está exercendo sobre a sociedade, a arte se torna uma ferramenta para abordar essa nova realidade e considerar novas perspectivas para compreender as complexas tensões criadas pela ação da sociedade industrial, que segue moldando paisagens e a percepção humana como um todo. Esta pesquisa teve início em 2016 em uma visita àquele espaço para coletar o solo contaminado para então desenvolver um processo artístico a fim de produzir esculturas, uma série de trabalhos em cerâmica, bem como outras intervenções artísticas. As obras revelam outras potencialidades deste material contaminado após o processo artístico e habilitam uma discussão sobre o conflito humano consigo mesmo e em relação à ideia de 'natureza como algo distante ou separada da sociedade humana'.

As peças apresentam uma superfície áspera e o tom avermelhado característico do solo em regiões de mineração de ferro. Os resultados são peças de cerâmica com aspectos peculiares, como se vitrificadas e em constante processo de oxidação devido à alta concentração de ferro e sílica presentes no resíduo.

Apoio:

logo-faap.png

Repressed

Sculpture / ceramic, 2017

Contaminated soil from environmental 

disaster and terracotta

Variable measures
Museum of Brazilian Art collection (MAB-FAAP)

Repressed

Sculpture / ceramic, 2017

Contaminated soil from environmental 

disaster and terracotta

Variable measures